Close

3 dicas para vender com segurança na internet

As vendas na internet estão cada vez mais comuns. Através de diversas plataformas, é possível programar, anunciar e vender. Porém, com o aumento das vendas, os golpes também aumentam. Por isso, vamos descobrir 3 dicas sobre como vender com segurança na internet.

O ano de 2020 foi marcado não só pelo início da pandemia de Covid-19, como também pelo aumento expressivo de vendas online. Com isso, o Brasil foi o país mais atingido por tentativa de roubos de dados pessoais ou financeiros.

De acordo com uma pesquisa da empresa de segurança da informação Kaspersky, divulgada no O Tempo, entre fevereiro e março de 2020 o número de ataques desse tipo cresceu 120%.

Foram 19,9% brasileiros que tentaram abrir, ao menos uma vez, links enviados com a intenção de roubar dados. Além de mensagens falsas, os criminosos investem também em sites parecidos com alguns famosos.

Isso faz com que o cliente se confunda e forneça as informações do seu cartão na hora da compra. Assim, os criminosos têm acesso aos dados pessoais da vítima, e fazem compras e transferências.

3 principais dicas para vender com segurança

É importante, além de comprar, vender com segurança na internet. Isso porque, como vimos, os casos estão aumentando. 

Com a pandemia ainda existente, muitas empresas que tiveram que fechar, ainda não conseguiram abrir suas lojas físicas. Por isso, o empreendedorismo também aumentou. Se você tem dúvidas de como começar, pode conferir nesse texto.

Agora, vamos entender mais sobre as dicas para vender com segurança, e isso vale para quem está começando no mundo do e-commerce, ou mesmo quem já tem um site de vendas sucesso no mercado.

1. Tenha uma boa plataforma

Se você vai começar as vendas na internet através de alguma plataforma, como hospedagens em sites com templates prontos, ou mesmo se você vai usar os famosos marketplaces, como Mercado Livre e Magazine Luiza, isso também conta na segurança.

Isso porque esses sites citados são mais famosos e tendem a ser mais confiantes. Apesar disso, outros podem ser mais baratos, menos conhecidos mas que não fornecem confiança nem para você nem para seu cliente.

2. Proteja o seu site

Proteger o seu site é muito importante quando pensamos nas 3 dicas principais sobre como vender na internet. Não coloque senhas fáceis no seu login e no dos seus funcionários. Isso pode abrir portas para possíveis hackers no sistema.

Invista no que é mais difícil de adivinhar: letras maiúsculas, minúsculas, números e símbolos. Nada de senhas convencionais que você usa nas suas redes sociais, por exemplo.

Além disso, quando você estiver logado, evite entrar em sites desconhecidos ou não confiáveis. Também, evite deixar a senha logada automaticamente no seu navegador do computador. Se seu notebook for roubado, você também pode acabar tendo prejuízos na loja.

3 dicas para vender com segurança na internet
Foto: Reprodução/Freepik

3. Desconfie se for necessário

Se o seu cliente usa o login e dados de uma pessoa, com informações do cartão de outra, desconfie e peça a confirmação do uso de terceiros para o cartão. Isso porque pode ser um golpe, o cartão foi roubado e estão tentando comprar na sua loja. Quanto mais segurança e percepção nesses detalhes, mais a confiança do cliente aumenta.

Se você já tem um e-commerce mas não está feliz com os resultados, outra dica pode te ajudar a vender mais. A Venda Válida trabalha com a recuperação do tráfego que você perdeu dentro do seu site.

Com os clientes que abandonaram o carrinho de compras, não pagaram o boleto ou tiveram o cartão recusado, você pode enviar um cupom, uma notificação com o Web Push ou mesmo os tradicionais SMS, e-mail e ligação personalizada.

Além disso, já que estamos falando de confiança, o WhatsApp Business é fundamental. Isso porque por ele você consegue a verificação de loja oficial com o Facebook. Assim, além de ser mais seguro para você vender, você passa mais confiança para seus clientes.

Fale com um dos nossos especialistas e não perca a oportunidade de impulsionar suas vendas perdidas!

Leia também: Como começar a se preparar para a Black Friday

Deixe uma resposta

Close