Close

Dicas para a Black Friday: como não cair em fraudes

A Black Friday é uma data muito esperada não só pelos comerciantes, mas também para aqueles que querem comprar e economizar. Por isso, acontecem mais fraudes do que em outras datas, já que as vendas aumentam significativamente. Mas calma, existem dicas para comprar na  Black Friday e evitar cair em fraudes.

A Konduto divulgou uma pesquisa que mostra a dimensão disso, que foi publicada no E-Commerce Brasil. Nela, a taxa de tentativa de fraudes pensando no total de pedidos do e-commerce brasileiro na Black Friday de 2020 ficou em 1,36%. 

Esse número corresponde a cerca de 2,72% do faturamento na data. Em 2019, o número foi de 1,14%. Ou seja, a pandemia da Covid-19 parece ter colaborado para o cenário de mais fraudes.

Por isso, é importante analisar dicas para evitar as fraudes, principalmente durante a Black Friday.

4 dicas para comprar na Black Friday: Black Fraude?

O aumento na tentativa de fraudes é tão comum durante a Black Friday que muitos costumam chamar de “Black Fraude”. Para isso não acontecer com você, algumas observações de segurança já vão te ajudar.

1. Sites confiáveis

É muito importante observar o site que você vai fazer a compra. Alguns criminosos conseguem copiar todo o layout de sites famosos e mudar pequenas coisas na url, para que você não perceba que se trata de uma fraude.

Eles fazem isso para conseguir seus dados fornecidos durante a forma de pagamento. Assim, usam seu cartão de crédito, por exemplo.

2. Políticas de troca e cancelamento

Antes de comprar qualquer produto, é muito importante avaliar as políticas de troca e cancelamento da empresa. Isso porque ele pode chegar com defeito, não te servir no caso de uma roupa ou sapato, ou ainda vir um produto errado.

Com sites verdadeiros, essas políticas costumam ser mais flexíveis para o cliente poder fazer a troca. Já em fakes, eles não disponibilizam o cancelamento da compra, já que usam seus dados para fraudes.

Dicas para comprar na Black Friday | Foto: Reprodução/Freepik

3. Reputação da empresa

Para saber como comprar na Black Friday e não cair em fraudes, você também deve avaliar a reputação da empresa que você vai comprar. Uma pesquisa no Google costuma resolver isso, já que por lá você tem acesso às avaliações do Reclame Aqui e do site do Consumidor.gov

Ver a avaliação de outros usuários que já compraram é super válido para saber se o produto realmente chega ou se o serviço é eficiente. Além disso, é importante também saber se eles tiveram algum problema com as formas de pagamento, por exemplo.

4. Preços muito abaixo do valor

Pesquisar antes da Black Friday para poder comparar quando chegar a data é necessário para você entender se realmente tem promoção no valor. Alguns sites colocam o valor muito abaixo antes da promoção só para mostrar que o produto “está bem mais barato”, mas na verdade não está.

Além disso, pesquise em vários sites. Mesmo que seja na Black Friday e descontos acabem rápido, vale a pena fazer uma pesquisa antes da compra para não correr o risco de cair em fraudes.

Se além de comprar durante a data, você também vai vender, uma dica pode ajudar a impulsionar suas vendas ainda mais. 

Você consegue recuperar clientes perdidos que abandonaram seu carrinho de compras ou tiveram o cartão de crédito recusado. Ainda, existem aqueles que não efetuam o pagamento do boleto, e você também consegue recuperar.

Se você quer investir nos clientes que aparecem no seu site, a Venda Válida disponibiliza o Web Push. Com ele, você consegue engajar os clientes, notificando promoções, descontos ou o que você preferir.

É uma época muito importante para passar confiança para seus clientes. Por isso, com o WhatsApp Business, você consegue a verificação de conta oficial. Fale com um dos nossos especialistas e não perca essa oportunidade.

Leia também: As melhores dicas para ter sucesso na newsletter

Deixe uma resposta

Close